Segunda-feira, 27 de Maio de 2013

NADA

Se um dia, há uns meses, te disse tudo o que pensava no momento hoje faço o mesmo, mas sem que saibas. Cobardia ou não, falta-me a coragem para te escrever isto e enviar, falta-me coragem para te agarrar no braço e gritar tudo.

 

Tal como previsto fartei-me. Mas não me fartei de ti, infelizmente, mas isso resolve-se...o tempo e a ausência aliados são os melhores amigos para isso. 

Fartei-me do nada em que tanta coisa se transformou. Tanto amor, tanta merda e depois isto. Acaba assim.

Continuas a ser a camisola que quero, só que esta semana e hoje soube que nunca a vou ter. Não te compreendo. És a pessoa mais dificil que me apareceu e ao mesmo tempo a mais adorável, a que eu mais quis, a que tanto quero e por quem tanto esperei.

Queria fazer tudo por ti. Queria o teu sorriso e o teu bem estar.

Deixaste que eu deixasse de me lembrar disso. Deixaste que tudo acabasse. Porquê? Porque não fizeste nada, porque no nosso melhor momento estiveste longe e quando voltaste não soubeste pegar da mesma maneira

E assim obrigas-me a desistir de tudo. Desiludiste-me. Mais uma vez saio desiludida, sem esperança. Mais um traço a negro.

Nem um adeus mereces

navegado por mdemar às 01:14
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 20 de Maio de 2013

Correntes de ar

As correntes de ar são muito perigosas.

Provocam pneumonias ou simples constipações...às vezes até nem fazem nada.

Correntes de ar ajudam a secar a roupa e o chão molhado e a tirar o cheiro a tabaco de casa.

Mas correntes de ar, como tudo nesta vida também têm o outro lado. O pior.  O desastre. O abismo. O pânico...O fim de tudo.

 

Primeiro o nariz pinga e um espirro ou outro incomoda os que estão ao nosso lado. Depois os olhos começam a arder, o corpo queixa-se e obriga-te a ir para cama. Não sentes o sabor de nada. Não há qualquer odor.

Não consegues fumar, não consegues beber, não consegues comer. Nem pensas em foder.

Aborrece-te ir à casa de banho porque está frio lá fora.

 

Dás por ti e estás nas urgências. Mandam-te para casa.

Tudo continua, nada melhora, nada cura.

 

Dás por ti na cama de hospital e a única fé que podes ter é n' "As Melhoras" que aqueles que por ti passam te desejam — com sinceridade ou não — mas há fé nisso e esperas ter alta um dia.

 

Se tiveres alta nunca mais abres as janelas de par em par e estás completamente fodido para a vida porque perdes uma brisa saudável com medo de ficares doentinho.

tags: ,
navegado por mdemar às 02:20
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Abril de 2013

little big penguin

My little big penguin,

 

Quantas vezes já te agradeci num simples "obrigada"? Foram simples obrigadas por ter entrado, por teres ficado, mas nunca te disse porquê. Nunca te disse o quão foste importante, o quão importante te tornaste, o quão importante és.

De diversas formas.

Fizeste-me abrir os olhos para aquilo que eu sou, aquilo que quero e aquilo que estou a fazer. Abriste-me os olhos para o aqui e agora.

Fizeste-me sentir, o incondicional, o lado bom em mim. Coisa que não sabia que existia.

Tornaste-te as frases curtas e concisas de que preciso quando tropeço. Ensinaste-me a não cair.

Entusiasmo e vontade de viver.

 

Tenho medo de não estar a sentir o medo do que poderá ser a minha vida sem ti.

Porque és aqueles sapatos que eu sempre quis e não sabia que existiam.

Porque és a corda do relógio.

Porque és a única onda do set que quero surfar.

E sem isso não consigo, tenho a certeza que não conseguirei!

Mas não passo os dias a pensar nisso.

Só penso no dilatar da felicidade, no crescer do sorriso e do bem-estar. E multiplicar isso tudo. multiplicar contigo nos dias que nos restam e que não sei quantos são, nem quero saber, mas quero que eles existam! Porque fazes-me bem, porque eu te faço bem e é isso que quero. Só isso.

 

my little big penguin,

de coração cheio

tags:
navegado por mdemar às 02:43
link | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Abril de 2013

...

Aquele abraço e dois beijinhos no teu pescoço.

À frente de toda a gente. Inconsequente. Sou, não sou?

Mas é a pureza deste sentimento.

Não é nada pensado, é tudo espontâneo, as coisas saem-me porque as emoções falam mais alto.

Hoje não quero só um abraço, não quero beijinhos só no meu cabelo ou só no teu pescoço. Hoje vamos ser um. E se não formos significa que acabou tudo, significa que daqui a uma semana já me fartei de ti.

navegado por mdemar às 02:54
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Abril de 2013

Entra

Antes de teres tocado à campainha eu já tinha a porta aberta. Nunca esperei por ti, não posso dizer que és tudo aquilo que sempre na minha casa porque não sabia que existia alguém como tu.

Mas a porta estava aberta, porque eu sou assim, deixo a porta aberta., mas não para o que és agora. Eu deixo a porta aberta, mas na maior parte das vezes atiro as pessoas pela janela ou tranco-as na dispensa. Dei por ti à porta do meu quarto, já não havia maneira de fugir...haveria, mas não quis. Porquê? Porque é a melhor sensação do mundo sentir que te quero no meu quarto, que te quero na minha vida, que quero estar na tua vida, tal como agora, nestas últimas semanas. Basta-me isto, estar contigo, conversar contigo, abraçar-te e mandar mensagens mais ou menos pirosas.

Nunca gostei de ninguém desta forma...sem pedir nada em troca. Fazes-me feliz assim! Mas vais fazer-me muito mais, quando passares da porta do quarto e eu te deixar andar por casa à vontade, sentindo que já és parte dela.

por favor não recues. Nao nao nao. Adoro que estejas aqui à porta. Entra, à vontade. E eu estou a pedir. Nem sei como...ou sei...és muito mais do que o que eu sempre quis, é isso, é isto a verdade.

E não tenhas medo. Não são expectativas. Tudo isto é uma certeza. 

Entra. Fica.

Um dia vais ter a chave de casa

navegado por mdemar às 02:58
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Março de 2013

Egoísmo

Egoísmo meu ou não, a verdade é que eu não me importo que assim seja.

Resolvermos isto agora, significa que nunca mais nos voltamos a encontrar. E eu sei qual é a sensação de estar ao teu lado... é boa de mais para a perder.

Por isso vou aproveitar toda a simplicidade que estes momentos têm, o sorriso que fica nos nossos disparates, o sorriso interior depois de uma conversa, o sorriso quando partilhas o teu mundo.

Não sei o que vá acontecer daqui para a frente, mas estes quatro meses foram quatro mil dias e ao mesmo temo 4 segundos.

 

Este é o sentimento do estado puro, do ser humano tal como ele é...sem medo de ser, sem medo de sentir, sem medo de dar.

 

Que eu fosse assim todos os dias. Desse eu isto a toda a gente.

 

Por algum motivo é assim.

Por qualquer motivo não é egoísmo...é amor.

navegado por mdemar às 00:56
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

Oscars

A noite de Domingo em que ficamos acordados para lá das três da manhã porque queremos ver quem leva o bonequinho dourado para casa, saber se as nossas previsões estavam certas, a emoção do envelope a abrir e torcer por aquele filme, por aquele realizador, por aquele actor.

O cinema tornou-se um escape, deu-nos a oportunidade de sentir outras vidas e de assim questionar a nossa.

Verdade?

 

Para além desta perspectiva cor-de-rosa da noite dos Óscares vem a injustiça, vem a previsibilidade, vem a parcialidade da Academia. Vêm os críticos argumentar contra as escolhas, vêm os menos entendidos questionar as nomeações e as atribuições, vêm os contentes aplaudir.

É a noite em que todos entendemos muito de cinema e de moda, e não vejo problema nenhum nisso, é sinal que temos uma opinião e queremos partilha-la!

 

O melhor está a chegar!

Quem vence?

Quem sai derrotado.

 

Desculpem, mas tenho a dizer que quem vence cá em casa é Tarantino!

tags: ,
navegado por mdemar às 03:59
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2013

...

Chocolate quente para a Chuva.

Cama para o Coração.

Música pra Consolar.

Dormir para não lembrar

o

desAmor.

 

 

Seja o que for a verdade, ela já deveria ter vindo. Já deveria ter batido à porta.

De todas as vezes que apareceu à janela nem se deixou ver.

Talvez me tenha esquecido de abrir a porta. Talvez eu não saiba abrir portas.

Mas sendo o que é, se fosse o que eu penso que poderia ser, ela, a verdade que eu suponho, estaria sentada ao meu lado neste momento.

 

A par da verdade está a minha suspeita.

Inicial.

Suspeita, desconfiança... Protecção, talvez.

 

Um dia hei de saber abrir portas, espero que sim! Que esta não seja a última vez. Porque se for...se eu não descobrir a verdade...então não há Esperança. Não há a possibilidade sequer. 

sinto-me: SONO
navegado por mdemar às 20:26
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013

Amor.

Ficar feliz com o sucesso do outro. Como se fosse eu.

Torcer para que tudo corra bem.

Sem dizer a ninguém.

 

Sorrir com os olhos e corar.

tags:
navegado por mdemar às 20:52
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2013

Sede

de conhecimento. A melhor sensação!

Querer mais, procurar mais.

Insatisfação.

 

navegado por mdemar às 03:43
link | comentar | favorito

.catharà.


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.ONDAS

. NADA

. Correntes de ar

. little big penguin

. ...

. Entra

. Egoísmo

. Oscars

. ...

. Amor.

. Sede

.tesouros

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. hoje sonhei contigo.

blogs SAPO

.subscrever feeds